Um grupo de produtores de suínos da região do Triângulo Mineiro e Alto paranaíba, sentindo o avanço e a pressão das grandes corporações, viram-se obrigados a se unirem na tentativa de buscar um sistema de integração mais justo, transparente e mais rentável a ambas as partes.

Mais tarde, criou-se uma nova necessidade, a de que esta associação lutasse também pelos interesses dos avicultores (frango e peru) haja vista que, a maioria dos associados que produziam suínos, também tem a atividade de avicultura, muda-se então a razão social da AST para AGRITAP – Associação os granjeiros integrados do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, hoje, todos os associados juntos produzem aproximadamente 12.850.000 frangos a cada quarenta dias, 400.000 perus a cada 130 dias e 600.000 mil suínos a cada 120 dias.

ADMINISTRAÇÃO
A Associação, sem qualquer finalidade Comercial ou fins lucrativos, tem por objetivo promover a união e o desenvolvimento das atividades de suinocultura e avicultura do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, e colaborar com os poderes público, como órgão especializado e técnico-consultivo, no estudo e solução das questões que se relacionem como a criação de frangos, perus e suínos, visando o seu aperfeiçoamento, em todos os seus setores.

A associação foi dividida em diretorias por atividades para que cada uma crie suas estratégias de negociação baseados em conhecimentos específicos de cada área, sendo elas:

 MISSÃO: Promover a união e o desenvolvimento com sustentabilidade das atividades de suinocultura e avicultura no triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

 VISÃO: Ser reconhecida como associação moderna e competitiva, com funcionários capacitados que interagem com seus associados e fornecedores.

local

FINS ESPECÍFICOS:

- Estimular a produção de suínos, frangos e perus no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.
- Planejar e sugerir medidas tendentes a equilibrar a produção com o consumo.
- Pugnar por uma melhor comercialização de produtos dos granjeiros e pela abertura de novos mercados.

- Incentivar por meio de programas o aumento e o melhoramento da produção, armazenagem e distribuição das matérias primas essenciais à manutenção da avicultura e suinocultura.
- Colaborar com os poderes públicos no cumprimento de leis e regulamentos oficiais referentes às atividades suinícolas e avícolas.
- Divulgar por meio de publicação específica, matérias que atenda aos interesses na suinocultura e avicultura.
- Promover eventos técnicos e científicos com o objetivo de aprimoramento dos associados e técnicos do setor.
- Colaborar com o ensino e pesquisa suinícola e avícola, apoiando as entidades de ensino, pesquisa e extensão.
- Representar a atividade em qualquer circunstância, promovendo à sua imagem e contribuição sócio-econômica para a região e sua influência.

RELAÇÃO DE MEMBROS DA DIRETORIA EXECUTIVA, CONSELHO FISCAL E  DIRETORIA POR ATIVIDADE -  PARA O BIÊNIO  2015/2016.

sem foto

PRESIDENTE

Juliano Fagundes

sem foto

VICE PRESIDENTE

João Carlos Semenzini

.

sem foto

FINANCEIRO

Danilo Biasi

sem foto

VICE FINANCEIRO E ADMINISTRATIVO

Jeane Silvia Leandro

.

sem foto

DIRETOR TÉCNICO

Vinícius José Rios Rodrigues

sem foto

DIRETOR COMERCIAL

Lucas Alves Machado

.

sem foto

SÍTIO 1 MATERNIDADE TITULAR

Sandro de Paula

sem foto

SÍTIO 1 MATERNIDADE

Suplente - Rogerio Barbian

sem foto

SÍTIO 2 CRECHE TITULAR

Conceição Antunes

sem foto

SÍTIO 2 CRECHE

Suplente - Vinícius José Rios

sem foto

SÍTIO 3 TITULAR

Luis Francisco Santos Alvim

sem foto

SÍTIO 3

Suplente - Osmar Pereira Júnior

sem foto

FRANGO TITULAR

Wellington de Ávila Júnior

sem foto

FRANGO

Suplente - João Batista Fernandes

sem foto

PERU INICIADOR TITULAR

João Batista P. Souza

sem foto

PERU INICIADOR

Suplente - Loildo Alves Fernandes

sem foto

PERU TERMINAÇÃO TITULAR

Glênio Gledes

sem foto

PERU TERMINAÇÃO

Suplente - Iran Parreira Junior